top1

 

Diz-me a luz
dema


(Carpe diem!)

Diz-me a luz d’aurora que o dia é breve
e que não demora a noite chegar;
viver cada minuto é o que se deve,
quem não o fizer não mais o terá.

Diz-me a luz do dia que a vida é breve
e que não demora a morte chegar;
eis que vivê-la plena é o que se deve,
quem não o fizer não mais a terá.

Diz-me a luz da lua, entre as estrelas,
pra não se temer o que inda virá;
viver a vida ao temor de perdê-la
é como já estar do lado de lá.

Diz-me a luz da razão que há de haver fé
ou, na sua falta, uma fortaleza,
pra se bradar bem alto “evoé!”
e encarar a morte sem estranheza.

home

 

direitos autorais de demasilva