top1

Os botos

dema

Os botos,
garotos marotos,
famintos, afoitos,
lançam-se à caça.
Depois,
satisfeitos,
conforme a fama,
longe da lama,
nas águas limpas do meio,
sem qualquer receio,
celebram seus feitos.
Emergem aos saltos,
cada qual mais alto,
dando show de graça.
Quando em busca de ar,
pouco importa o lugar,
e os risonhos meninos
cumprem o próprio destino.
Crianças travessas
brincando nas praças
dos rios, dos mares, dos lagos,
colhendo os afagos
de meus olhos cheios de lágrimas.
Meus Deus,
que beleza,
essa natureza
que o Senhor nos deu,
sejamos nós ricos ou pobres,
sejamos nós nobres
ou simplesmente plebeus!


direitos autorais de demasilva